.: Loucos Pelo Botafogo - Região dos Lagos :.

Home Colunistas OTTO NA ÁREA: HISTÓRICO

OTTO NA ÁREA: HISTÓRICO

E-mail Imprimir PDF

 OTTO NA ÁREA: HISTÓRICO
 
Alô galera alvinegra! Otto na área vindo com tudo nessa semana decisiva. Quem não dorme sem pensar na danada da quinta-feira que teima em não chegar, não é botafoguense. Todos nós estamos pensando justamente no mesmo assunto. Esse jogo promete, e não vai ser fácil. Nada é fácil.
 
Precisamos lembrar muito bem de onde viemos. Recuperar aquele sentimento do time batalhador e guerreiro. Aquele time mesmo que brigava para não cair a cerca de 1 ano atrás. Foi justamente nessa época mais ou menos que caia Ricardo Gomes e assumia nosso Jair Ventura. Contra a vontade da imensa maioria, o Jairzinhoinho nos trouxe até aqui. Sim, ele foi muito contestado no início. Eu me recordo bem. E a gente achava que a saída do Ricardo seria uma grande tragédia. Como diz aquele velho ditado, há males que vêm para o bem. Esse aí não poderia ter sido melhor. De lá pra cá, engatamos um novo momento, um novo clube, um novo time, um novo estádio. Sim, nos renovamos por inteiro praticamente. Entramos em 2017 cheio de esperanças após uma classificação suada para a Libertadores na última rodada. Porém, seguimos sempre com a pulga atrás da orelha. Será que vamos passar da pré-Libertadores? Era tanta gente falando que é impossível, que nós não temos elenco, pouca experiência, muitos jogadores machucados. Eu lembro bem. Não tinha um canal esportivo que confiava na gente.
 
Esse é o Botafogo que precisa entrar em campo na quinta-feira. Só isso que eu peço a vocês. É desse Botafogo que a gente gosta. Nós não somos os queridinhos, nós não sentimos cheirinho de nada, nossos jogos mal passam na TV aberta. E é justamente por isso tudo, que a gente acredita. A nossa caminhada que começou lá atrás como falei vai ter mais um lindo capítulo essa semana. E dessa vez promete. Estádio lotado como esse time merece. Esqueçam. Não vamos fazer festa para o mundo ver. Essa festa em nossa casa vai ser para nós mesmos. Nós merecemos essa vitória. Nós que fomos lá gritar e apoiar esse time quando ninguém mais acreditava que fosse possível dar a volta por cima. Nós que fomos até a Ilha torcer ano passado em nosso estádio provisório. Então, sinto muito pelos outros. Mas, estamos fechados. Sigam com suas crenças que a nós vamos seguir com as nossas. A você, meu irmão de camisa, nos vemos nesse dia que promete ser inesquecível. Mais um. Se bobear, tô na área!
 
Share
 

Joomla inotur picma