.: Loucos Pelo Botafogo - Região dos Lagos :.

Home Notícias Outras Notícias do Fogão AGORA É OFICIAL! Nelson Mufarrej e Carlos Eduardo Pereira lançam a chapa de situação do Botafogo

AGORA É OFICIAL! Nelson Mufarrej e Carlos Eduardo Pereira lançam a chapa de situação do Botafogo

E-mail Imprimir PDF

 Nelson Mufarrej e Carlos Eduardo Pereira lançam a chapa de situação do Botafogo
 
A chapa de situação do Botafogo, composta por Nelson Mufarrej e Carlos Eduardo Pereira, fez o seu lançamento oficial nesta quinta-feira, em General Severiano. Em seu discurso relativamente breve, o atual vice-geral e candidato a presidente, Mufarrej, destacou a continuidade do trabalho, e alertou que a eleição tem uma imensa importância para o clube.
 
- Esse projeto vai ter que continuar, se não nós não vamos conseguir sobreviver - disse ele.
 
Ele listou as prioridades: manter o orçamento sob controle e lidar com os desafios jurídicos, especialmente na Justiça trabalhista, já que espera-se que ex-atletas do Alvinegro, especialmente os que jogaram no clube em 2014, entrem com processo pelo atraso de salários que ocorreu naquele ano.
 
O atual presidente, Carlos Eduardo Pereira, que se candidata a vice, foi o primeiro a falar. Em meio a um apanhado de conquistas e histórico da gestão, ele proferiu palavras duras contra os adversários. O principal ataque foi ligar a chapa de oposição ao ex-presidente Maurício Assumpção, que deixou o clube impopular e foi expulso do quadro social.
 
- Temos que estar alertas porque aqueles que apoiaram o ex-presidente expulso querem voltar. Nem dizem que são oposição, se apresentam como “chapa alternativa”. Mas são oposição, apoiam a prática de gastar de forma ilimitada porque um dia alguém vai pagar - disse CEP.
 
No fim, ele ficou visivelmente emocionado e passou o microfone para Mufarrej afirmando:
 
- A continuidade deste trabalho tem nome e sobrenome: Nelson Mufarrej.
 
O nome oficial da chapa Mufarrej/Pereira é “Chapa Ouro”, e o número é 21.
 
A eleição ocorre no dia 25 de novembro, um sábado. A chapa de oposição é composta por Marcelo Guimarães, que já se candidatou em 2014, e Mauro Sodré.
 
FONTE; EXTRA ONLINE
 
 Mufarrej lança oficialmente chapa para concorrer à eleição do Botafogo
Com presença em peso da diretoria, atual vice-presidente geral promove evento em General Severiano, para apresentar ideias para manutenção da situação para o triênio 2018-2020
 
A chapa de Nelson Mufarrej está oficialmente lançada. Atual vice-presidente geral do Botafogo, o candidato promoveu um evento na noite desta quinta-feira, em General Severiano, para divulgar a candidatura da situação, que terá Carlos Eduardo Pereira como vice. A dupla terá a concorrência do empresário Marcelo Guimarães e do advogado Mauro Sodré, da oposição, na eleição do dia 25 de novembro, que decidirá o presidente no triênio 2018-2020.
 
O pleito será em um sábado, e a votação vai das 9h às 21h para os sócios-proprietários, em General Severiano. Apesar da reforma do Estatuto, os sócios-torcedores só poderão ter direito a voto na eleição de 2021, pois haverá um tempo de carência de três anos pagando as mensalidades em dia. O clube pretende ainda lançar um plano específico para quem quiser ter direito a voto.
 
 
 
Veja o que falaram Mufarrej e CEP na cerimônia de lançamento da chapa:
 
Nelson Mufarrej
- Depois desse sucesso todo, temos que dar continuidade. Conte comigo. Em time que se ganha não se mexe, isso aprendi desde pequenininho. Eu gosto de desafios. Temos que dar continuidade, senão o Botafogo não vai conseguir sobreviver. Estamos com problemas fora do Ato Trabalhista, da parte cível... Vai ser um trabalho muito grande.
 
Inversão da dupla
- Tenham certeza que essa dobradinha, essa inversão aumenta mais a nossa credibilidade. Vamos construir e vamos melhorar o Botafogo. Queria agradecer o Carlos Eduardo pelo trabalho que ele sempre se dedicou ao Botafogo. Não vou deixar ele descansar.
 
 CEP
 
Gestão
- Êxito dessa gestão é de cada botafoguense e precisa continuar.
 
Oposição
- Hoje temos oposição que bate no clichê do profissionalismo. Não consigo entender, os cargos abaixo dos vice-presidentes são remunerados. Quantos mais profissionais seriam contratados? Talvez seja resquício de cargos que existiram na gestão anterior. Retorno deles significa o pior para Botafogo. Por isso nem se dizem oposição, mas uma chapa alternativa. Uma coisa indefinida.
 
- Esses opositores que desdenham das nossas conquistas, ignoram e omitem que foram participantes da gestão tenebrosa que colocou o Botafogo em uma situação única na sua história. Participaram dos conselhos e trabalharam no clube. Muitos sequer fizeram uma única declaração, protesto ou observação quando aqueles números absurdos e fantasiosos foram apresentados aqui apesar dos nossos esforços. Isso é o grande alerta dessa eleição. Eles estão trabalhando e querem voltar, mas nós temos que estar unidos para dar sequência a esse trabalho.
 
Diretoria
- Tem quase três anos que me confiaram o comando do clube. Aceitei naquele momento com uma grande condição: que nós nos mantivéssemos unidos ao longo desse percurso. E a gente sabia que o percurso era muito difícil. Era longo e cheio de obstáculos. Mas nós conseguimos. Estamos chegando ao final desses três anos praticamente como começamos. Apenas duas pessoas nos deixaram e assim mesmo por vontade própria. O grupo foi forte, coeso, unido e estamos caminhando para continuarmos unidos por mais três anos.
 
Libertadores
- Nos colocamos entre as 8 melhores equipes da América do Sul. No início do ano eram 47 equipes no torneio. O Grêmio, para ganhar suas duas Libertadores, disputou 17 dessas séries. Temos que nos acostumarmos a disputar.
 
CT
- Estamos muito próximos de adquirir nosso CT.
 
FONTE: GLOBO.COM
Share
 

Joomla inotur picma